Romanos 8:1

“Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus.”

Senhor, eu ti agradeço que posso ESTAR (não ENTRAR, mas constantemente
ESTAR ) na Tua presença sem condenação, sem medo, sem constrangimento, sem vergonha porque estou EM Cristo Jesus.
NELE eu tenho perdão eterno dos pecados.
NELE eu tenho paz com o Senhor.
NELE eu tenho a confiança que o Senhor nunca mais, eternamente, usará meus
pecados contra mim como o ser humano às vezes faz.
Não terá um dia vergonhoso no futuro onde meus pecados serão julgados
publicamente para todo mundo ver tudo que fiz contra a glória do Senhor,
porque NELE, na cruz, o Senhor já julgou meus pecados. Te louvo por isso.
Te louvo porque neste momento o Senhor não está me castigando pelos pecados
já perdoados.
Ajude-me entender que há uma diferença entre castigo e consequências, e
ajude-me aprender a odiar o pecado atravez das consequências.
Obrigado por Teu amor e fidelidade e misericôrdia. Eu te amo.

Romanos 8:2

“Porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espirito e de vida me libertou da
lei do pecado e da morte.”

SENHOR, neste mundo estou preso num corpo que, por causa do pecado em que
eu nasci, quer obedecer a lei do pecado e da morte. Esta lei focaliza
totalmente no dia de hoje, no físico, no prazer, no poder, nos bens
materiais, no sucesso que este mundo valoriza, na satisfação da vontade do
meu EGO. Mas um dia eu ouvi que “se o SENHOR te libertar, serás
verdadeiramente LIVRE.” Aceitei Teu Filho como Salvador, e Ele me livrou
da lei do pecado e da morte.
A nova lei que governa minha vida hoje é a lei do Espirito e da vida. Eu
sou livre agora para ignorar e abandonar a velha lei que só levava à
destruição e ao fracasso.
Me ajude, SENHOR, porque às vezes quando não estou orando e vigiando, ainda
ouço as mentiras e promessas vazias da voz da velha lei e sigo-a. Me
perdoe pelas vezes que perco de vista o valor da minha liberdade, quando
dou ouvidos à voz da minha carne, quando me esqueço que sou citadão do Céu
e Filho do Rei do Universo. Só quero ouvir a Tua voz e viver na Tua
presença. Eu Te amo!

Romanos 8:3

“Porque aquilo que a Lei fora incapaz de fazer por estar enfraquecida pela
carne, Deus o fez, enviando seu próprio Filho, à semalhanca do homem
pecador, como oferta pelo pecado.”

Senhor, nossa falta de entendimento nos causa muito conflito interior que é
completamente desnecessário! Sentimos o poder da lei do pecado na nossa
carne, e pensamos que nós mesmos deveriamos ter a força de vontade para
negar esta lei; pensamos que obedecendo a Lei da Velha Alianca poderia nos
livrar da lei do pecado. Sentimos derrotados cada vez que andamos na
carne, obedecendo seus desejos.
Ajude-me, Senhor, a entender o tamanho da Tua Salvação. Te louvo porque a
minha libertação e completa, não porque eu tenho a força de vencer, mas
porque Jesus venceu atravéz da Sua oferta pelo pecado. A vitória já é
minha! O Senhor já fez tudo; a minha parte e só aceitar e aproveitar
atravéz da fé. Não deixe-me, Senhor, perder de vista o fato que Jesus
tomou meu lugar na cruz para eu poder tomar o lugar dEle como Teu filho -
eternamente!

Romanos 8:4, começando com o final de vs. 3

“E assim condenou o pecado na carne, a fim de que as justas exigências da
Lei fossem plenamente satisfeitas em nós, que não vivemos segundo a carne,
mas segundo o Espírito.”

Senhor, me parece que uma grande injustiça foi feita quando O Justo foi
condenado por meu pecado. Ele foi O Inocente! Que grande sacríficio foi
feito por mim, inimigo dEle, para satisfazer a santidade e justiça do
Senhor. Que grande amor foi manifesto desde a eternidade, quando nos Teus
planos a justiça de Jesus Cristo foi imputada a mim, e a minha injustiça
foi apagada por Ele na Cruz. Desde o dia em que eu cri em Jesus, eu tenho
em mim a Pessoa e o poder para vencer o pecado, reconhecendo em todo
momento meu privilégio de andar no Espírito.
Ajude-me, Senhor, a identificar em mim a tendência que ainda tenho de
satisfazer os desejos da minha carne. Coloque em mim um apetite, uma fome,
pelas coisas de valor eterno, pela santidade, pela Palavra, pela oração,
pela comunhão com irmãos em Cristo. Assim me fortifique para cada dia mais
viver a realidade da minha libertação em Cristo. Libertação do EU!

Romanos 8:5

“Quem vive segundo a carne tem a mente voltada para o que a carne deseja;
mas quem vive de acordo com o Espirito, tem a mente voltada para o que o
Espirito deseja.”

Pai, um dia muitos anos atraz o Senhor me tirou do domínio de satanás e me
transferiu para o Reino do Teu Filho, me dando liberdade de andar na luz
com os privilégios e bençãos de um herdeiro do Rei do Universo. Que coisa
mais incoerente seria se eu, um Filho da Luz, voltasse me comportar como se
fosse ainda filho das trevas! Porque eu voltaria pensar como um incrédulo,
gastando minhas energias para satisfazer desejos que me causaram dor e
sofrimento?
Rogo-Te, Senhor, a cauterizar a minha mente carnal com brazas purificantes
do Teu Altar e colocar em mim uma mente que somente deseja o Teu querer.
Sele a minha mente nova com o carimbo das Tuas paixões. Quero me apaixonar
com Teu Filho, com Teu Espírito, com Tua Palavra, com Teu povo, com Tua
chamada na minha vida, com os perdidos pelos quais o Teu Filho morreu.
Vivifique-me com o poder do Teu Espirito para trabalhar na Tua ceára até
que eu respirar pela última vez. E então me leve para estar eternamente na
Tua presença.

Romanos 8:6

“A mentalidade da carne é morte, mas a mentalidade do Espírito é vida e
paz.”

Senhor, Tu tens me abençoado ricamente. Eu, que uma vez existia num estado
de morte eterna, sem conhecimento de Deus, sem nenhuma inclinação para o
bem…..e o Senhor me conheceu e me tirou da perdição. Reconciliou-se
comigo atravéz do sangue do Teu Filho, colocou meus pés na Rocha e me deu
paz e vida. Jesus agora é a minha Paz e a minha Vida. Agora, toda hora
que eu vivo este novo viver no poder do Teu Espirito, o Senhor me guia no
caminho da obediência.
Porém, nos meus membros mortais ainda habita a memória das tendências da
minha velha existência sem Deus. Como eu gostaria de eliminar toda
possibilidade de repetir os erros do passado! Eu prefiro nem pensar mais
nestas falhas. Ajude-me, Senhor, a focalizar na Tua Pessoa, na Tua
libertação da morte, no Teu Poder que me livra do poder do pecado. Atravéz
do Teu Espirito e da Tua Palavra, renova a minha mente. Produz em mim o
fruto do Espírito, para que eu possa experimentar o amor, paz e alegria que
confundem a sabedoria humana no meio do caos e confusão deste mundo.

Romanos 8:7

“A mentalidade da carne é inimiga de Deus porque não se submete à lei de
Deus, nem pode fazê-lo.”

Senhor, estou vendo cada vez mais a importância da mente. Vejo o perigo da
mente espiritual brincar por um momento com pensamentos carnais. Vejo a
impossibilidade de atos de amor serem feitos por uma pessoa se banhando em
idéias amarguradas. Seria muito difícil alguem dominado por inveja ou
cobiça ou ganância mostrar generosidade ou hospitalidade genuína. Como
pode uma pessoa com pensamentos e desejos impuros ser um exemplo de
santidade? Ou uma pessoa orgulhosa ser como Cristo, manso e humilde de
coração? Ou uma pessoa egoista considerar os irmãos em Cristo superiores a
si mesma?
Como eu preciso de ter em mim a mente de Cristo! Como eu preciso de
considerar cada vez mais o EU morto para o pecado, mas vivo para Deus EM
CRISTO JESUS. Só NELE tenho capacidade de viver/andar no Espírito, porque
na carne é impossível agradar a Deus. E como o Filho dEle, só posso
experimentar a alegria real na presença dEle.

Romanos 8:8

“Quem é dominado pela carne não pode agradar a Deus.”

Pai, tudo que é natural dentro de mim vive para agradar a mim mesmo. O meu
EGO grita alto para ser elogiado; para ser popular e ter muitos amigos;
para ser ouvido e ter muita influência; para passear e ter novas
experiências; para ganhar muito dinheiro e acumular os bens deste mundo;
para ser conhecido como uma pessoa sabia e inteligente; para conhecer os
mais variados prazeres que esta vida oferece.
Mas ao mesmo tempo a minha alma reconhece que atravez da nova vida que
agora em mim reside, eu tenho acesso a prazeres e riquezas de um plano
infinitamente mais elevado. Se eu me agradar exclusivamente de Ti, o
Senhor satisfará todos os desejos do meu coração. O elogio que agora mais
quero ouvir é: Bem feito, servo fiel. Jesus agora é melhor que um mundo
cheio de amigos: Ele é meu melhor amigo. O poder que agora desejo é do
Espírito Santo. Descobri que a vida não consiste na abundância dos bens
que possuo. A minha nova sabedoria vem do temor do Senhor, e meu maior
prazer é andar contigo.

Romanos 8:9

“Entretanto, vocês não estão sob o domínio da carne, mas do Espírito, se de fato o Espírito de Deus habita em vocês. E se alguem não tem o Espírito de Cristo, não pertençe a Cristo.”

Senhor, ao mesmo tempo que é simples demais viver dominado pelo Espírito, também é difícil manter este princípio como um constante na minha vida. Eu sei que é uma questão de foco. É uma questão de dependência. É uma questão de submissão e entrega. Tudo bem. Mas o perigo é eu sentir: “Cheguei! Agora estou vivendo a vida que agrada o Senhor!” E naquele momento, se eu focalizar no MEU SUCESSO em chegar naquela altura, o foco já mudou do Senhor para mim. E o perigo é voltar depender dos meus próprios esforços.
Então, ao mesmo tempo que tenho confiança no poder do Senhor para me guiar no caminho certo, tenho também de manter uma desconfiança na minha própria sabedoria. Ao mesmo tempo que eu me lembro da fidelidade do Senhor no passado, tenho que me lembrar também dos fracassos passados nos momentos em que eu vivia agradando a minha carne.
Te agradeço, Senhor, que até nos piores momentos a presença do Teu Espírito na minha vida me dá certeza que eu pertenço a Ti. Te louvo porque Tua graça nunca depende da minha fidelidade mas somente do Teu amor e misericôrdia. Tu és fiel!!

Romanos 8:10

“Mas se Cristo está em vocês, o corpo está morto por causa do pecado, mas o espírito está vivo por causa da justiça.”

Pai, os princípios de MORTE e de VIDA explicam a luta que agora é minha companheira nesta terra. Sei que não foi Teu plano original que este corpo pertencesse à morte, mas a entrada do pecado na experiência humana colocou nossos corpos numa situação antes desconhecida: a mortalidade. Mas graças ao Teu plano perfeito de redenção, uma nova e eterna oportunidade surgiu: a ressurreição. Agora, atravez do Teu Espírito em mim, o meu espírito humano foi vivificado e eu me tornei co-participante da natureza divina. E um dia eu, no meu corpo ressurreto, celebrará Tuas perfeiçãos eternamente ao lado do meu Salvador! A Tua justiça já se tornou minha justiça porque Teu Filho se ofereceu para morrer a minha morte: a morte que eu mereci por causa da minha injustiça. Que grande amor! Que graça sem fim! Que misericôrdia para um pecador que nasceu Teu inimigo e vivia na desgraça da prática do pecado. Que mistério incompreensível que Teu Filho escolheu justamente este corpo mortal para fazer a habitação dEle! Pai, apresento a Ti o meu corpo, este vaso de barro, para Tua Glória. Viva Tua vida em mim, para que todos reconheçam que a excelência do poder seja de Ti!

Romanos 8:11

“E, se o Espírito daquele que ressuscitou Jesus dentre os mortos habita em vocês, aquele que ressuscitou a Cristo dentre os mortos também dará vida a seus corpos mortais, por meio do seu Espírito, que habita em vocês.”

Pai, Te agradeço por Teu Espírito em mim. É um mistério compreender como o Espírito de uma Pessoa pode habitar no corpo de outra pessoa. Mas isso explica outras complexidades da Nova Vida….Cristo em mim, a esperança da glória….Eu nEle, para produzir muito fruto. É mais uma maneira que o casamento é um retrato fiel da nossa união. Meus pés se tornaram Teus; minhas mãos se tornaram Tuas; minha boca se tornou Tua. Meu coração é Teu. E a bênção desta união não e só nesta vida. É uma esperança eterna, porque a ressurreção do corpo de Cristo é uma promessa da ressurreição do meu corpo. NAQUELE GRANDE DIA, estes membros mortais que Te servem imperfeitamente hoje serão aperfeiçoados. E até aquele dia, o Senhor já está me aperfeiçoando, me preparando para o dia quando serei semelhante a Cristo, vendo Ele como Ele é. QUE GRANDE ESPERANÇA!!!

Romanos 8:12

“Portanto, irmãos, estamos em dívida, não para com a carne, para vivermos sujeitos a ela.”

Eu preciso de reconhecer, Pai, imediatamente, cada vez que eu estou começando a pisar em território inimigo. Quero que a VIDA que habita em mim me dê um toque bem forte…quero me sentir bastante incomodado. Eu preciso de me lembrar que “viver sujeito à carne” na realidade não é VIDA; é MORTE. Cada vez que eu reajo à injustiça com ressentimento, estou vivendo sujeito à carne. Cada vez que não perdoo, estou obedecendo a carne. Quando a traição provoca em mim o desejo de me vingar, estou entristecendo a Jesus, que morreu a minha morte para me livrar dos laços da morte. Nestes momentos incoerentes da minha vida, parece que estou em dívida para com a carne. E a prestação que estou pagando é completamente desnecessária, pois Jesus já pagou a minha dívida na cruz, para eu poder viver livre das antigas escravidões às minhas emoções egoístas. Senhor, parece tão justo eu aproveitar dos meus direitos de viver de acordo com os meus sentimentos. Mas é exatamente nisso que mais erro. Neste momento entrego meus direitos a Ti. Dou a Ti o direito de dirigir a minha vida. Me ajude a viver alegre e contente, focalizado em Jesus.

Romanos 8:13

“Pois se vocês viverem de acordo com a carne, morrerão; mas, se pelo Espírito fizerem morrer os atos do corpo, viverão.”

Senhor, estou vivendo um momento de intensa angústia por causa de um grande amigo, irmão em Cristo, e filho do meu coração que escolheu viver de acordo com a carne. Reajiu à injustiça que sentiu com ressentimento e amargura e escolheu endurecer o coração e rebelar contra o Senhor. Neste momento, Pai, mostre para ele que Tua misericôrdia dura para sempre e que Teus braços permanecem estendidos e abertos para o filho arrependido. Dê proteção física para ele, pois ele se acha num lugar da morte no meio de homens mortos e violentos. Ensine-o a ver a vida da Tua perspectiva. Dê-le um ódio pelo pecado, ajude-o a valorizar e entender a Tua disciplina, e a escolher a VIDA e rejeitar a MORTE. Não deixe que ele escute mais as mentiras e promessas vazias do inimigo. Torne-Te o foco do amor dele, da vida dele, dos sonhos dele. Neste momento que ele está sem força própria, seja a força dele, o refúgio dele, a fortaleza dele. Faça brotar desta vida, agora derrotada, um grande exemplo do Teu amor e misericôrdia para Tua honra e glória. Coloco ele, novamente, nas Tuas mãos, dando graças pela obra que o Senhor prometeu completar nele.

Romanos 8:14

“Porque todos os que estão guiados pelo Espírito de Deus são filhos de Deus.”

Pai, a presença do Teu Espírito na minha vida me dá conforto e uma paz muito grande. Em todos os momentos Ele é meu companheiro. Já me entreguei totalmente a Ti, e o desejo do meu coração é andar contigo, sempre no Teu caminho. Nesta jornada Teu Espírito tem compartilhado comigo as alegrias e as lágrimas. Tenho enfrentado os maiores desafios me lembrando das Tuas palavras a Josué…. “Se forte e corajoso; não temas, nem te espantes, porque o Senhor teu Deus é contigo, por onde quer que andares.” Nos desertos da vida, eu me lembro que foi Teu Espírito que levou Teu Filho ao deserto para ser tentado. Poderia ter O poupado, mas O levou ao deserto para me dá força nos meus desertos. Aprendi que tenho a luz da Tua Palavra para escapar dos laços do diabo e sair triunfante. Sei que quando eu ando pelo vale da sombra da morte, o Senhor está constantemente comigo atravez do Teu Espírito que habita em mim, e não temo mal nenhum. Meu cálice transborda de alegria sabendo que Tua bondade e misericôrdia me seguirão todos os dias da minha vida, e que no final da luta aqui, habitarei na casa do Senhor para todo o sempre. Aleluia! Tu és a minha esperança.

Romanos 8:15

“Pois vocês não receberam um espírito que os escravize para novamente temerem, mas receberam o Espírito que os adote como filhos, por meio de qual clamamos, ‘Aba, Pai.’”

Meu Pai. Que palavras mais doces. Tenho viso muitas vezes o desejo natural do coração humano de conhecer o pai natural, de se relacionar com aquele homem que foi responsável pelo nascimento físico. Mas o homem sem Deus não sabe identificar o desejo muito mais forte que ele tem de conhecer o Pai que pode lhe dar o nascimento espiritual. Este homem, que nos Teus olhos é morto, não somente sente um enorme vazio, mas também se sente completamente sozinho e incapaz de enfrentar as dificuldades que nesta vida enfrenta. Ele vaga pela vida sem direção, impulsionado pelos desejos carnais do momento, sem alvos, sem propósito, sem firmeza. Ele é dominado pelo medo do sofrimento, da solidão, da rejeição, da pobreza, da morte. Não sabe que só no Senhor tem libertação do medo.

Dou graças a Ti, Senhor, pela confiança e comforto que tenho como Teu Filho. O Senhor, no Teu soberano amor, me segura na Tua mão, me protegendo do mal. Coloca os meus pés na Rocha, me dando firmeza no meio do lamaçal das tentações deste mundo. E quando meu pé quer desviar, Teu amor me envolve e Tua disciplina me traz de volta para o calor da Tua paixão por mim. Sinto amado, perdoado, aceito, privilegiado, e digo… “Aba, Pai.”

Romanos 8:16

“O próprio Espírito testemunha ao nosso espírito que somos filhos de Deus.”

O Senhor me achou morto espiritualmente. Não somente não Te conheci, como também não quis Te conhecer. Não tinha consciência do meu estado. Mas o Senhor, com grande carinho e paciência, atravez do Teu Espírito e da Tua Palavra, me levou ao arrependimento, me dando fé na pessoa e na obra do Teu Filho. Naquele dia que eu cri em Jesus, Teu Espírito me regenerou…me deu vida verdadeira e abundante, e eu comecei uma longa caminhada contigo. Nesta jornada tenho experimentado momentos de pura alegria, de grandes vitórias, de euforia na Tua presença…como também tenho passado por longos dias de sofrimento intenso, de batalhas perdidas, de espírito pesado. Mas ao mesmo tempo que o caminho parecia o mais escuro e a falta de apoio humano mais desanimador, a Tua presença na pessoa do Espírito Santo tem me sustentado e confortado. Ele me traz à lembrança a Tua fidelidade do passado, e fortalece a minha fé e esperança que no Senhor terei a vitória no futuro. Quando a minha vontade começa a vacilar, Ele me faz sentir o Teu abraço e o poder da Tua presença renova a força da minha vontade de Te seguir. E não tenho dúvida: Eu sou Teu filho, e o Senhor e meu Eterno Pai. Eu Te amo.

Romanos 8:17

“Se somos filhos, então somos herdeiros; herdeiros de Deus, e co-herdeiros com Cristo, se de fato participamos dos seus sofrimentos, para que também participamos da sua glória.”

Hoje, Senhor, nossa experiência é mais o sofrimento. Mas, ao mesmo tempo que sofremos, vivemos fortalecidos pela esperança de um dia participarmos da Tua glória.

“Se somos filhos”….e sabemos que somos filhos.

“Se participamos dos seus sofrimentos”….uma pergunta muito mais difícil, porque não entendemos bem o sofrimento do Senhor.

Será que é….

  • amar intensamente, e ser rejeitados e traidos pelos amados?
  • servir sem ver muito fruto imediato?
  • ministrar para pessoas que nos abandonam na hora do aperto?
  • perdoar pessoas que não merecem o perdão?
  • cansar, e não ter lugar próprio para deitarmos a cabeça?
  • chorar pelos perdidos que não querem ouvir da salvação?
  • nos sacrificarmos para quem não dá valor?

Sabemos tão pouco disso, Senhor, mas sentimos honrados e privilegiados de compartilharmos do Teu sofrimento. E esperamos ansiosamente pela glória.

Romanos 8:18

“Considero que os nossos sofrimentos atuais não podem ser comparados com a glória que em nós será revelada.”

Quero considerar, Senhor, que as dores e tristezas desta vida atual são simplesmente sementes plantadas, esperando brotar em glória na hora que o Senhor nos libertará da luta desta vida….coisinhas pequenininhas comparadas com a imensidade e eternidade da glória que em nós será revelada.

Tenho duas perguntas, Pai. Porque me escolheu para manifestar a Tua glória? A minha capacidade de refletir Tua glória é tão finita, tão fraca, tão inconstante. E, como o Senhor já me escolheu para este privilégio incompreensível, porque então é necessário passar primeiro por este vale de sombras? Por este deserto, onde o barro deste vaso, em que já habita a Tua glória, abafa a luz e não deixa passar a intensidade do brilho da Tua presença?

Quero hoje, Pai, que a alegria que sinto da certeza que o Senhor é dono do futuro passe pelas janelas dos meus olhos. Quero que todos que hoje compartilham do meu mundo saibam que eu sirvo ao Senhor da vitória, o Ressurreto que já venceu a morte e o pecado. Brilha em mim, Jesus; brilha atravez da minha vida.

Romanos 8:19

“A natureza criada aguarda, com grande expectativa, que os filhos de Deus sejam revelados.”

Pai, cada dia que passa me deixa mais anxioso para deixar esta peregrinação. A expectativa de ver Jesus e ser transformado, de finalmente conhecer em mim a plenitude da semelhança dEle, me dá coragem de continuar enfrentando as dificuldades deste mundo tão sufocado pela presença do pecado.

Mas eu vejo que não é somente eu…a criação toda sente que está só aguardando o dia em que a natureza voltará ao estado original, à perfeição em que foi criada. O propósito do Senhor de Se revelar atravez da criação não será frustrado para sempre. A glória eterna pertence ao Senhor, o inimigo já foi derrotado pelo sangue de Jesus, e estamos esperando confiantes nas Tuas promessas.

Fico angustiado, Pai, quando Tua glória continua obscurecida pelos vasos de barro em que habita momentaneamente. Tento imaginar como será naquele dia da nossa revelação como filhos perfeitos, quando conheceremos como somos conhecidos. Ainda reconhecíveis como seres terrenos, porém numa terra da nova criação, seremos também seres celestiais. E a promessa é tão certa que JÁ ESTAMOS SENTADOS NAS REGIÕES CELESTIAIS EM CRISTO! Obrigado, Pai.